segunda-feira, 18 de abril de 2016

PMPE PRENDE CINCO SUSPEITOS DE ASSALTOS EM PETROLINA E APREENDE SEIS ARMAS

Após denúncias, policiais apreenderam também droga, armas e munições.

Em menos de 24 horas, Policiais Militares do Grupo de Apoio Tático Itinerante – GATI apreenderam ao todo seis armas e cinco suspeitos no município de Petrolina, no sertão do Estado. As operações aconteceram no último sábado (16) e além do armamento e das pessoas presas, foram encontrados com alguns dos suspeitos, munições e uma quantidade de drogas.

Na primeira ocorrência, os policiais receberam a denúncia de que elementos estavam praticando assaltos nas proximidades do “Projeto de irrigação Senador Nilo Coelho”, que fica no próprio município. Chegando ao local, os militares encontraram Alisson Fernando Rodrigo de Souza, de 19 anos, que estava portando uma pistola e seis munições intactas. Após ser preso, Alisson levou os policiais até Edivan Amorim Lima, de 18 anos e que também é suspeito de praticar assaltos na região.

Edivan indicou a guarnição sobre a possível localização de outro suspeito, em um acampamento próximo a região em que foi detido. Chegando ao local foi encontrado Agnaldo Felipe de Resende, de 20 anos, que estava sob posse de duas espingardas, uma pistola e uma porção de maconha.
Após a prisão dos três suspeitos, os policiais receberam mais uma denúncia de crime na localidade. Desta vez foi preso Bruno Dos Santos Silva, de 23 anos, que estava com um revólver escondido no meio de uma plantação.

Durante as prisões o efetivo recebeu mais informações sobre um suspeito de praticar assaltos na localidade. “Recebemos notícias de que outro suspeito de assaltos na mesma região se encontrava armado em um bar na comunidade N10. Ao chegarmos ao local, encontramos um revólver entre as grades de cerveja do estabelecimento, mas que pertencia a Vicente Fernando da Silva, de 23 anos”, disse o comandante do GATI, major Rutênio Augusto. Após a abordagem, Vicente foi detido.

Os cinco acusados foram encaminhados para a delegacia de Ouro Preto em Petrolina, juntos com as armas, as munições e a droga.

Matéria publicada no site da SDS/PE. (18/04/2016)

Nenhum comentário:

Postar um comentário